logo

LABORATÓRIO DE PESQUISAS EM EDUCAÇÃO DO CORPO

Contato
UFRJ - Campus Praia Vermelha
Av. Venceslau Braz, 71 - Botafogo, Rio de Janeiro - RJ, 22290-140

Email: labec-ufrj@gmail.com

logo

LABORATÓRIO DE PESQUISAS EM EDUCAÇÃO DO CORPO

Contato
UFRJ - Campus Praia Vermelha
Av. Venceslau Braz, 71 - Botafogo, Rio de Janeiro - RJ, 22290-140

Email: labec-ufrj@gmail.com

Artigos

Sports, the Cold War, and Anti-Communism in the Press: A History of the Brazilian Men’s Basketball World Championship Titles (1959 and 1963)

Renan Felipe Correia, Edivaldo Gois Junior & Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: THE INTERNATIONAL JOURNAL OF THE HISTORY OF SPORT

Resumo: Through a documentary corpus composed of journalistic sources, this research analyzed the role of sports in anti-communist propaganda in Brazil, with a focus on Brazil’s achievements in the 1959 and 1963 men’s world basketball championships, in the context of the Cold War. The study concludes that symbolic sports disputes disallow a dualistic explanation of the relationship between communist and anti-communist groups, since the relevant sports tournaments were represented differently in the press, reflecting distinct political positions within the Brazilian context prior to the 1964 coup.


Leia Mais

Reflexões sobre a dupla carreira – a harmonia entre a universidade pública e o esporte de alto rendimento

Felipe Rodrigues da Costa e António J. Figueiredo

Fonte: The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport (ALESDE)

Resumo: A formação do atleta é um processo em longo prazo que implica equilibrar desafios inerentes ao desenvolvimento esportivo, educacional, psicológico, psicossocial e financeiro. Conseguir organizar sua rotina de treinos, estudos e compromissossociais é fundamental para que ojovemestudante-atletaaproveite ao máximo as oportunidades que lhe serão oferecidas. O objetivo deste ensaio é contribuir para a discussão da dupla carreira, tendo como argumento a importância da formação holística do atleta, desde a sua iniciação no esporte à sua inserção no mercado de trabalho na transição no pós carreira esportiva. Para tanto apresentamos e analisamosconceitos relacionados ao processo de formaçãoglobal e integrado, discutindo o impacto prático dos achados da literatura nacional einternacional. Finalizamos com a proposição de alternativas às universidades públicas brasileiras para que recebam o atleta de alto rendimento de maneira qualificada. Acreditamos no seu papel socialda universidade públicaem iniciar, de fato, o debate sobre acesso, permanência e conclusão do ensino superior de jovens em condição esportiva de alto rendimento, normatizando de maneira institucional a dupla carreira.


Leia Mais

Marco legal da dupla carreira: perspectivas e limites do Projeto de Lei nº 4.393/2019

Hugo Paula Almeida da Rocha, Erika Alcantara Pinto, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport (ALESDE)

Resumo: O objetivo deste artigo é discutir o Projeto de Lei (PL) nº. 4.393/2019 à luz do debate sobre a dupla carreira (DC), buscando apontar as perspectivas e os limites do possível marco legal da DC no Brasil. Realizamos uma análise sistemática dos dispositivos e da justificativa apresentados no PL e comparamos com as demandas apresentadas no debate sobre a DC. Observamos que o PL nº. 4.393/2019 apresenta justificativa coerente, quando busca o enquadramento do estudante-atleta em condições similares à de estudantes que se ausentam da escola involuntariamente. Busca mecanismos de compensação dos possíveis prejuízos educacionais. Todavia, percebeu-se a ausência da participação das entidades esportivas e das redes de sociabilidade do estudante-atleta na responsabilização pelo processo de harmonização da DC. Por fim, argumentamos que o referido PL tem potencial para iniciar a institucionalização da DC no Brasil, mas precisa ampliar seu alcance às demais instituições que se envolvem na formação da DC do estudante-atleta.


Leia Mais

Sucesso e abandono: um estudo de caso no judô

Marcio Gabriel Romão

Fonte: The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport (ALESDE)

Resumo: O objetivo desse ensaio é apresentar a história de um jovem atleta da modalidade judô, que dedicou parte da sua vida ao esporte e contou com todo apoio da família. Após sofrer com constantes lesões decidiu abandonar o esporte, regressar para sua cidade natal e dedicar-se aos estudos. A perspectiva educacional quando atleta sempre esteve presente na sua jornada. Os dados foram obtidos através de entrevistas. Conclui-se a importância de políticas que permitam a conciliação entre os processos de formação esportiva e educacional.


Leia Mais

Cobertura de bases de datos científicas sobre el tema de la carrera dual en el deporte

Marlon Andrés Amaya Cadavid, Felipe Rodrigues da Costa, Felipe Ferreira Barros Carneiro

Fonte: The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport (ALESDE)

Resumo: La Carrera Dual es un campo de estudio emergente que centra su objeto en la conciliación entre la vida del deportista y las exigencias derivadas de la académica y/o laboral, siendo um tema de interés para diferentes áreas del saber involucradas en el deporte. El objetivo de este estudio fue analizar la cobertura de las bases de datos científicas sobre el tema “carrera dual deportiva” e identificar las bases de datos más importantes para el área. La metodología implementada consistió en realizar una revisión bibliométrica a seis bases de datos científicas, basados en los criterios de búsqueda establecidos en idioma inglés, español y portugués. Como resultado se encontró que dos bases de datos concentran en 90% de la producción total sobre el “Carrera Dual Deportiva”; así mismo tres bases de datos concentran el 50% de los artículos que no se encuentran publicados en las bases de datos anteriormente mencionadas, convietiendose en un espacio útil para indagar sobre estudios en Latinoamérica y el Caribe.


Leia Mais

EDUCAÇÃO E ESPORTE: ANALISANDO O TEMPO ESCOLAR DO ESTUDANTE-ATLETA DE FUTEBOL

ROCHA, HUGO PAULA ALMEIDA DA; MELO, LEONARDO BERNARDES SILVA DE; COSTA, MIGUEL ATAÍDE PINTO DA ;SOARES, ANTONIO JORGE GONÇALVES.

Fonte: Educação em revista

Resumo: O artigo analisa o Tempo de Permanência na Escola (TPE) dos estudantes-atletas de futebol a partir da adaptação do modelo de cálculo proposto por Neri (2009). A variável tempo nos serviu para verificar o investimento do estudante-atleta na dupla carreira esportiva. Realizamos a pesquisa com 62 estudantes-atletas residentes no alojamento de um tradicional clube de futebol do Rio de Janeiro, cuja faixa etária está entre 14 e 17 anos. Para o levantamento de dados, foi utilizado um questionário estruturado e, para a análise, o modelo metodológico para o cálculo do TPE de estudantes-atletas. Observamos que estudos na área da educação e da educação física insinuam que o tempo de dedicação aos treinamentos esportivos concorrem com o tempo escolar e o prejudicam. Os resultados do nosso estudo sugerem que o problema da redução do TPE dos estudantes-atletas é provocado pelo descumprimento e pela flexibilização das normas escolares por parte da própria instituição escolar.


Leia Mais

Make it easier: A narrative review of dual-career empirical studies

Felipe Rodrigues da Costa, Miquel Torregrossa, António Figueiredo, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Retos

Resumo: A dual career is a challenge faced by many athletes, who have to compaginate their sports training with thededication required for study, work, or both. A narrative review was conducted to identify and analyze barriers to andresources for the routine of elite athletes. Eleven databases available in the Capes Journal Platform (Portal Capes) weresearched using the keywords «dual career» and «athletes,» written in English, Spanish, or Portuguese. Twenty-two articles thatmet the established inclusion criteria and categories based on the characteristics of their samples were analyzed. The analysisshowed that athletes’ difficulty in organizing a routine to meet the requirements of the educational and sports fields was themain issue regarding the conciliation of their dual careers. Among the cited sports programs, there was some successregarding time management for sports practice; however, there was a lack of in-depth analysis of the reach of these services,and elite athletes lacked a more balanced adherence to university routine. Beside the objective dimensions of dual-careermanagement, we highlighted the importance of new lines of investigation that analyze the life projects of both athletes andtheir relatives in different cultures and socioeconomic realities.


Leia Mais

DUPLA CARREIRA: DILEMAS ENTRE ESPORTE E ESCOLA

Leonardo Bernardes Silva de Melo; Hugo Paula Almeida da Rocha; Marcio Gabriel Romão; Wagner dos Santos; Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Journal of Physical Education

Resumo: Este artigo analisa os modelos de conciliação das rotinas na dupla carreira, esportiva e escolar, no Programa Bolsa Atleta doGoverno Federal, com estudantes-atletas contemplados pelos resultados obtidos no ano de 2011. Caracteriza-se como uma pesquisa quantitativa realizada por meio de questionário fechado aplicado a 131 atletas das modalidades de atletismo, judô e natação, sendo 64 do sexo femininoe 67 do masculino. Os resultados evidenciam que: 1)as diferentes modalidades esportivas exigem dos seus atletas tempo e dedicação distintos; 2) processo de iniciação nas três modalidades exigem diferentes formas de investimentos; 3) menor escolaridade dos pais e atletas do atletismo, assim como, classe social mais baixa.Diante dos obstáculos da dupla carreira, atletas, clube, escola e famílias passam adotar táticas de conciliação e mesmo burla dos programas de suporte à formação esportiva.


Leia Mais

A dupla carreira esportiva no Brasil: um panorama na agenda das políticas públicas

Hugo Paula Almeida da Rocha; Iuri Scremin de Miranda; André Luiz da Costa e Silva; Felipe Rodrigues da Costa

Fonte: Revista Com Censo

Resumo: O objetivo do presente artigo é discutir as iniciativas que tramitam como projeto de lei no Senado Nacional, apresentando os limites e as potencialidades de ações voltadas para a questão da dupla carreira es-portiva no Brasil, especificamente o Projeto de Lei nº. 2.493/2019. Categorizamos os indicadores da referida proposta legislativa, discutindo sobre seu potencial e fragilidades com base nos argumentos apresentados pelas pesquisas sobre dupla carreira esportiva no tangente à garantia dos direitos ao esporte e à educação. Entendemos que o projeto avança sobre questões relacionadas às ausências escolares para fins esportivos, além de abordar o tempo de serviço dos professores envolvidos. Argumenta corretamente, em sua justificati-va, que formação esportiva acontece, geralmente, em concomitância à formação escolar e acadêmica; e que seria imprescindível buscar a conciliação entre o esporte e os estudos. O projeto de lei nº. 2.493/2019 comen-ta sobre abono das faltas às aulas, mas não disserta sobre mecanismos de compensação para essas ausências do estudante-atleta da instituição de ensino. Também foi possível perceber que o referido projeto está pouco alinhado com as discussões sobre a dupla carreira esportiva, carecendo de maior aporte das pesquisas na área. Por fim, sugerimos que o debate sobre o tema para fins de formulação de leis seja levado às várias ins-tâncias envolvidas de forma a considerar os avanços no campo da pesquisa em Educação e Educação Física, consultando os especialistas, atletas, clubes e familiares para tentar melhor entender e atender às demandas.


Leia Mais

MERCADO ESPORTIVO E ESCOLARIZAÇÃO DE MULHERES ATLETAS

Carlus Augustus Jourand Correia; Leonardo Bernardes Silva de Melo; Antonio Jorge Gonçalves Soares.

Fonte: Novos Olhares Sociais

Resumo: O objetivo desse artigo é problematizar as desigualdades esportivas e como as mulheres administram a dupla carreira de formação no esporte e na escolarização, em diferentes níveis, e os possíveis impactos dessa administração no mercado da modalidade. O mercado esportivo é o ambiente social e/ou virtual propício às condições para a troca de bens, serviços e performances atléticas com vista à transformação desses em produtos econômicos. No entanto, a formação do esporte moderno, e consequentemente do seu campo no século XIX, constituíram-se como um espaço da masculinidade, quase exclusivamente formado por homens e envolto em conceitos diretamente esperados pelo gênero masculino. Os indicadores selecionados para mensurar essas diferenças de mercado esportivo foram: postos de trabalho, remuneração dos atletas, acesso a patrocinadores, exposição da imagem, competições realizadas, número de praticantes/consumidores. A existência de esportes com mercados mais consolidados e expandidos pode significar, aos olhos das atletas, um campo de possibilidades maior para a profissionalização e, consequentemente, um direcionamento maior para a prática esportiva em detrimento de outras atividades, entre elas a formação escolar.


Leia Mais

Dupla carreira de estudantes atletas: uma revisão sistemática nacional

Iuri Scremin de Miranda; Wagner dos Santos; Felipe Rodrigues da Costa

Fonte: Revista Motrivivência

Resumo: Este estudo de revisão objetivou analisar a produção nacional sobre a escolarização de atletas. Por meio da busca por artigos apenas em português no Portal Capes Periódicos, seguida por fases de refinamento, foram selecionados sete artigos. Os resultados apontam para o predomínio de estudos descritivos sobre o perfil de jovens futebolistas e dois estudos de revisão sobre o mercado do futebol e marcos legais para atletas estudantes. A administração do tempo entre as duas jornadas e a ausência de regulamentação específica na legislação esportiva são os principais desafios para o desempenho da dupla carreira, os quais são amenizados principalmente pelo suporte familiar presente na flexibilização da formação escolar, admitida com o fim de validar o sonho da profissionalização futebolística.


Leia Mais

Uma revisão narrativa sobre o estudante-atleta no ensino superior: barreiras, soluções e uma transição pós-carreira esportiva satisfatória

Fernando Bernardes Martins; Hugo Paula Almeida da Rocha; Felipe Rodrigues da Costa

Fonte: Revista Internacional de Educação Superior

Resumo: Este estudo teve como objetivo analisar a conciliação entre esporte e formação acadêmica de estudantes-atletas no ensino superior. Pesquisamos na Plataforma de Periódicos Capes (Portal Capes) e selecionamos 14 artigos para análise após refinamento. Observamos que estudantes-atletas encontram diferentes barreiras relacionadas ao estereótipo de inferioridade intelectual que lhes são atribuídas, à rotina de treinamento e à preparação para a vida após o esporte. O incentivo aos objetivos acadêmicos e a compreensão por parte das instituições de ensino das dificuldades enfrentadas por estudantes-atletas foram apontados como meios de superar as barreiras relacionadas ao estereótipo negativo. A participação em atividades que promovem o desenvolvimento profissional em conjunto com a oferta de cursos on-line durante os períodos de preparação para competições é indicada como uma estratégia para uma transição de carreira pós-esporte de forma satisfatória. Levantamos perguntas e sugestões para que a dupla carreira possa ser entendida como uma oportunidade efetiva para a formação de atletas de elite.


Leia Mais

RAÇA E CIVILIDADE NOS JOGOS “PRETO X BRANCO”

ABRAHÃO, B. O. L.; SOARES, Antonio Jorge Goncalves

Fonte: Movimento

Resumo: São Paulo assistiu nas décadas de 20 e 30 do Século XX a realização do jogo “Preto X Branco”, partida de futebol cuja singularidade era opor autodeclarados pretos contra brancos. O objetivo deste artigo foi interpretar o significado do autocontrole da violência nesses jogos, a partir da percepção da imprensa da época. Utilizamos como fontes as matérias dos periódicos paulistas de 1927-1931. Concluímos que a ausência de manifestações de violência nesses jogos rituais era interpretada como prova do nível de desenvolvimento e da afirmação da convivência pacífica e civilizada entre as principais raças formadoras da nação brasileira.


Leia Mais

SOBRE A DUPLA CARREIRA ESPORTIVA E O DIREITO À EDUCAÇÃO

Felipe Rodrigues da Costa; Hugo Paula Almeida da Rocha; Marlon Andrés Amaya Cadavid

Fonte: COLÉGIO PEDRO II - Revista do Departamento de Educação Física

Resumo:


Leia Mais

Formação escolar e formação esportiva: caminhos apresentados pela produção acadêmica.

AZEVEDO, Márcio Faria de, SANTOS, Wagner dos, COSTA, Felipe Rodrigues da, SOARES, Antonio Jorge Gonçalves.

Fonte: Movimento

Resumo: Objetiva mapear as produções acadêmicas que discutem a conciliação entre formação escolar e formação esportiva. Utiliza como fonte a base de dados SciELO para busca nacional e o Portal Periódicos Capes para busca internacional. Foram mapeados dezessete artigos distribuídos em treze periódicos. Os dados foram classificados/ analisados por meio de indicadores bibliométricos. Para análise e discussões, consideramos ainda uma tese de doutorado, quatro dissertações de mestrado e três trabalhos apresentados em congresso, além de um número especial de periódico, não localizado nas bases escolhidas. Mostra que a preocupação com o tema surge na Europa e nos Estados Unidos, na década de 1970 e que, no Brasil, passa a ser abordado na década de 2000. Apresenta tentativas de conciliação entre as formações realizadas na Europa, nos Estados Unidos e no Brasil e a importância de fatores externos na possibilidade de priorização de uma das formações envolvidas.


Leia Mais

Tiempo para el futbol y la escuela: un análisis de los jóvenes jugadores brasileños de Rio de Janeiro

Antonio Jorge Gonçalves Soares; Leonardo Bernardes Silva de Melo; Tiago Lisboa Bartholo; Luis Guilherme Coca Velarde; Carlos Henrique de Vasconcellos Ribeiro; Tony Meireles dos Santos;

Fonte: Estudios Sociológicos

Resumo: El propósito es explorar y debatir el impacto que el tiempo ocupado en entrenamiento de futbol puede tener en las vidas de los jóvenes atletas que están todavía en la escuela. Se realizaron entrevistas tanto estructuradas como semiestructuradas. La muestra fue tomada de 417 jugadores en las divisiones juveniles de la Federación Estatal de Futbol de Rio de Janeiro registrados en 2008 y 2009. Los resultados muestran que: a) los atletas tienen más escolaridad que los brasileños promedio de la misma edad; b) después de los 15 años de edad, de manera incrementada los atletas asisten a la escuela nocturna debido a las demandas del futbol y/o a una historia de bajo desempeño escolar, reduciendo la cantidad de tiempo ocupado en la escuela y; c) la conciliación entre futbol y escuela sugiere que las escuelas han sido flexibles con relación a la asistencia y a la programación de horarios para que los estudiantes puedan cumplir con las demandas deportivas mientras están en la escuela


Leia Mais

Jogadores de futebol no Brasil: mercado, formação de atletas e escola

Antonio Jorge Gonçalves Soares; Leonardo Bernardes Silva de Melo; Felipe Rodrigues da Costa; Tiago Lisboa Bartholo; Jorge Olímpio Bento.

Fonte: Revista Brasileira de Ciências do Esporte

Resumo: O objetivo do estudo é refletir sobre a relação entre a profissionalização no futebol e a escolarização. O Brasil exportou para o exterior nos últimos seis anos 6.648 jogadores. Deste contingente emigraram para Europa 3.593, isto é, 54,0% do total. Argumentamos que estamos diante de uma agência que: recruta jovens do sexo masculino, em geral das camadas populares, para atuarem no mercado interno ou externo do futebol; e se configura num tipo de negócio que dá base à criação de uma indústria de formação profissional, que pode estar em competição com a escolarização básica dos jovens aspirantes a atletas profissionais.


Leia Mais

Jovens Esportistas: profissionalização no futebol e a formação na escola

Hugo Paula Almeida da Rocha; Tiago Lisboa Bartholo; Leonardo Bernardes Silva de Melo; Antonio Jorge Gonçalves Soares.

Fonte: Motriz

Resumo: Os objetivos do estudo foram: verificar como os atletas das categorias de base do futebol conciliam sua rotina de treinamento com a escolarização básica e; como os estudantes-atletas percebem o significado da escola na busca por uma ocupação futura. Para esta análise, foram realizadas 12 entrevistas semiestruturadas com jogadores das categorias de base – na faixa de idade entre 15 e 20 anos – de quatro clubes de futebol do Estado do Rio de Janeiro. Observamos que os atletas adotam diferentes estratégias de conciliação entre as rotinas no futebol e na escola, mediados pelos mecanismos de flexibilização adotados pelos estabelecimentos de ensino e/ou professores, com a anuência dos pais. Concluímos que essas estratégias de conciliação têm como finalidade a permanência do atleta na escola. Embora tenhamos refletido sobre os mecanismos de flexibilização adotados por professores e diretores, não podemos medir o impacto causado no aprendizado e na trajetória escolar desses jovens atletas de futebol.


Leia Mais

DIFÍCIL RECONVERSÃO: FUTEBOL, PROJETO E DESTINO EM MENINOS BRASILEIROS

Camilo Araújo Máximo de Souza; Alexandre Fernandez Vaz; Tiago Lisboa Bartholo; Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Horizontes Antropológicos

Resumo: O objetivo do artigo é analisar parte da trajetória de vida de dois jovens que realizaram testes em um grande clube de futebol europeu na década de 1990. As histórias, com desfechos distintos, têm um início comum: a escola de futebol Nova Geração. Os dados analisados foram obtidos a partir de entrevistas, dos diários de campo e das matérias jornalísticas que retratam a escola. As análises sugerem que encaminhar um menino na carreira de futebolista profissional, principalmente nas camadas populares, é um projeto familiar. Além disso, o processo de seleção e treinamento dos novos talentos não mais dispensa a inserção dos jovens escolhidos em sistemas rígidos de treinamentos em clubes ou escolinhas. O capital adquirido nos treinamentos é de difícil reconversão no caso de uma profissionalização frustrada ou ainda no momento da aposentaria do jogador profissional. Esse quadro demonstra que a escolha da profissão oferece inúmeros riscos para aqueles que se aventuram em conquistá-la.


Leia Mais

Colégio Vasco da Gama: notas para pensar os entrelaçamentos das culturas escolares com as práticas esportivas.

CORREIA, CARLUS AUGUSTUS JOURAND ; SILVA, JOSÉ CLÁUDIO SOOMA ; Soares, Antonio Jorge Gonçalves

Fonte: PERSPECTIVA

Resumo: O esporte e, mais especificamente, a prática esportiva no Brasil são elementos considerados pela sociedade como imprescindíveis para a construção de valores e da cidadania, assim como a escola. Além disso, o imaginário social sobre o atleta evidencia que, no Brasil, o esporte é muitas vezes encarado como uma promessa profissional, arregimentando muitos jovens para formação esportiva. Nesse processo, muitos precisam conciliar, muitas vezes com dificuldades, as rotinas escolares com as rotinas esportivas. O artigo apresenta os resultados obtidos num estudo sobre a escolarização de jovens atletas de alto rendimento no Colégio Vasco da Gama, inserido na agremiação esportiva homônima. Ancorado, principalmente, na utilização de instrumentos etnográficos de pesquisa, (entrevistas semiestruturadas e questionários) e na análise de documentos oficiais. O objetivo do artigo foi indiciar aspectos referentes aos possíveis entrelaçamentos das culturas escolares com as práticas esportivas na instituição de ensino. Os resultados da pesquisa sugerem que as relações entre o colégio e o clube interferem, decisivamente, nos saberes e práticas que, cotidianamente, são construídos através da interpenetração de elementos do esporte no espaço da escola. Juntamente com isso, foi identificado um sentimento de adesão à instituição escolar, por meio da linguagem do esporte.


Leia Mais

Concept and validation of the classroom observation protocol (poa) of the Programa Segundo Tempo.

Soares, Antonio Jorge Gonçalves; Brito, Maria Jullyanne Cavalcanti de; Santos, Tony Meireles ; Oliveira, Amauri Aparecido Bassoli de; Cardoso, Marcelo Silva; Vieira, Jose Luiz Lopes ; Costa, Luciane Cristina Arantes da ; Damasceno, Vinícius de Oliveira

Fonte: Journal of Physical Education

Resumo: Na oferta de uma educação esportiva em escala nacional o Programa Segundo Tempo (PST) elaborou padrões teóricos e metodológicos visando fornecer um ensino esportivo de qualidade. Para avaliar sua proposta pedagógica o PST construiu um modelo de avaliação para medir o grau de adesão dos docentes do programa ao modelo pedagógico PST. Desse modo, o objetivo do presente estudo foi elaborar o Protocolo de Observação de aula (POA), bem como estabelecer sua validade de face e de conteúdo. Para a construção do instrumento foram observadas as seguintes etapaa: a. revisão dos documentos que fundamentam o PST; b. reuniões e consultas as equipes pedagógicas; c. construção da definição operacional; d. construção dos itens; e. estudo piloto (Índice de Concordância entre os observadores ao avaliarem a mesma aula). De uma forma geral, não foram encontradas divergências entre as equipes quanto a relevância dos itens e seus ponderamentos. Além disso, a aplicação piloto apresentou Índice de Concordância de 0,71 ± 0,22. Desse modo, o POA se mostrou consistente e um excelente balizador para medir a qualidade de entrega das aulas do PST nos núcleos.


Leia Mais

Futebol, raça e identidade nacional: uma análise do desempenho dos jogadores nos jogos preto x branco.

ABRAHÃO, Bruno Otávio de Lacerda; Soares, Antonio Jorge Gonçalves.

Fonte: Rev Bras Ciênc Esporte.

Resumo: Em São Paulo, nas décadas de 20 e 30 do Século XX, ocorreram partidas de futebol entre jogadores autodeclarados pretos e brancos na comemoração do dia da abolição da escravatura, 13 de maio. Eram os jogos preto x branco. Os autores objetivaram analisar o elogio ao desempenho dos pretos nesses jogos. Para tanto, analisaram as reportagens publicadas pelos jornais paulistanos entre 1927 e 1931. Concluiu-se que os jogos objetivavam integrar e contestar o preconceito no Brasil. Consequentemente emergiram os estereótipos positivos sobre as qualidades corporais da ‘‘raça negra’’ para o futebol. Pensado após a abolição, o efeito ambíguo desse elogio reside no fato de localizar os campos de futebol e as artes como espaços de integração naquela sociedade liberal.


Leia Mais

Lutas de representações sobre o desenvolvimento de uma prática: a educação física escolar brasileira em revista (1976-1979).

REI, Bruno Duarte; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves; LÜDORF, Sílvia Maria Agatti

Fonte: Educação em Revista

Resumo: O artigo analisa as tensões, de 1976 a 1979, entre as concepções de educação física escolar expressas nas edições da Revista de Educação Física – publicação editada, desde 1932, pela Escola de Educação Física do Exército – e nos documentos oficiais referentes ao ensino desse componente curricular. Defende-se a hipótese de que, mais do que uma porta-voz do regime militar, a Revista de Educação Física tenha se caracterizado, potencialmente, como um elemento dificultador da implementação das estratégias oficiais de conformação da Educação Física escolar no Brasil (1976-1979). Demonstra-se que, ao pôr em circulação percepções alternativas sobre o componente curricular em destaque, esse impresso gerou, contraditoriamente, condições para que os profissionais da área pudessem se apropriar de fundamentos distintos dos contidos no modelo propagado pela ditadura militar por meio da “Política” e do “Plano Nacional de Educação Física e Desportos”.


Leia Mais

Jornada escolar versus tempo de treinamento: a profissionalização no futebol e a formação na escola básica.

Leonardo Bernardes Silva de MELO; Hugo Paula Almeida da ROCHA; , André Luiz da COSTA E SILVA; Antonio Jorge Goncalves SOARES

Fonte: Rev Bras Ciênc Esporte.

Resumo: O objetivo do presente estudo foi analisar o tempo dedicado à formação profissional no futebol e à escola básica entre os atletas das categorias de base dos clubes da cidade do Rio de Janeiro e de fora dela. Fizemos entrevistas estruturadas com 228 atletas --- das categorias sub-17 e sub-20 --- de 19 clubes do Estado do Rio de Janeiro, incluindo os atletas dos clubes da capital fluminense. Observamos que os atletas dos clubes da capital investem mais tempo no futebol do que os demais jovens entrevistados. Esse tempo destinado ao esporte sugere uma concorrência com a formac¸ão escolar. Por fim, afirmamos que o tempo gasto com a formac¸ão no futebol pode criar dificuldade para uma vida escolar dedicada e para uma formac¸ão cultural de qualidade


Leia Mais

Compreender, relativizar e desconstruir: os discursos do risco na produção acadêmica sobre esportes de aventura

MOURA, Diego Luz; FERREIRA, M. S.; SOARES, Antonio Jorge Goncalves.

Fonte: Licere

Resumo: O objetivo deste artigo é investigar os discursos relacionados ao risco na produção acadêmica sobre esportes de aventura em periódicos especializados. Realizamos um levantamento em 6 periódicos nacionais e um periódico português. O período pesquisado foi do ano 2000/2010 e encontramos um total de 13 artigos. Analisando os artigos encontramos quatro discursos associados a esta produção: a) risco como catalizador de emoções; b) racionalização dos riscos; c) fuga da rotina e; d) a consciência ecológica. Apontamos ao final que a produção nos permite compreender, relativizar e desconstruir o entendimento do risco no esporte.


Leia Mais

Batalha de Berna (1954): a luta pelos sentidos de identidade no campo de futebol.

COSTA, Felipe Rodrigues da ; TAVARES, O ; SOARES, Antonio Jorge Goncalves ; FERREIRA NETO, A.

Fonte: Movimento

Resumo: O artigo objetiva analisar as diferentes estratégias da imprensa brasileira para narrar a disputa entre Brasil e Hungria na Copa do Mundo da Suíça (1954). A análise dos textos publicados no O Globo e na Folha de São Paulo revela a presença de uma discussão sobre o caráter nacional, a crença na superioridade das características “naturais” do futebol brasileiro em comparação com o “espírito de organização” dos europeus e a vitória húngara como resultado de um conluio europeu. Conclui que a imprensa elabora uma inversão da hierarquia entre natureza e cultura, estereotipando identificações em um contexto de relações de poder desequilibradas.


Leia Mais

Aproximações e distanciamentos entre as Copas de 1950 e 2014: apontamentos sobre transformações no futebol e no Brasil.

CORREIA, C. A. J. ; SOARES, A. J. G.

Fonte: Recorde

Resumo: O presente trabalho busca analisar as duas Copas do Mundo sediadas no Brasil, em 1950 e 2014. O objetivo do estudo é apontar semelhanças e diferenças na organização dos dois eventos, nos debates que eles suscitaram na época da sua realização e nos usos políticos decorrentes deles. Para isso, serão explicitados os contextos nacionais e internacionais em que os dois eventos estavam inseridos, para que se possa entender seus pontos de contato e de distanciamento. Nesse sentido,para compreender as análises foram utilizados como fontes dois jornais de grande circulação, além de peças propagandísticas e discursos políticos. O artigo propõe, por meio dessa análise, perceber como cada Copa do Mundo se configura como uma rica janela para analisar as transformações pelas quais passou o Brasil e o futebol nesses 64 anos entre as Copas de 1950 e de 2014.


Leia Mais

Desafios e Dificuldades na Implementação do Programa Mais Educação: percepção dos atores das escolas

Antonio Jorge Gonçalves Soares, Fabio BrandolinI, Daniela Patti do Amaral

Fonte: Educação & Realidade

Resumo: O presente artigo tem o objetivo de investigar a implementação do Programa Mais Educação (PME) a partir da percepção dos atores que tomam decisões cotidianas nas escolas para dar corpo aos objetivos dessa política indutora do governo federal. A pesquisa foi conduzida em 6 escolas da rede municipal de Petrópolis-RJ e contou com a participação de 33 entrevistados. Os resultados indicam que as escolas enfrentam dificuldades de estabelecer parcerias com outras instituições para o desenvolvimento das atividades do programa, os gestores valorizam o PME por seu caráter de assistência e apoio às famílias e os monitores, apresentam frágeis vínculos com o programa por conta do baixo valor da ajuda de custo, colocando em xeque o caráter voluntário da participação.


Leia Mais

PARA A CONSTRUÇÃO DA NAÇÃO: DEBATES BRASILEIROS SOBRE EDUCAÇÃO DO CORPO NA DÉCADA DE 1930

Edivaldo Góis Junior, Victor Andrade de Melo, Antônio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Educ. Soc., Campinas

Resumo: Qual seria a melhor estratégia de educação corporal? Esse foi um debate que progressivamente foi se apresentando como importante em um país que necessitava forjar seus discursos identitários. Analisar esse debate pode ajudar a melhor compreender os projetos de modernidade em conflito no Brasil das primeiras décadas do século XX. Tendo em vista tal consideração, esse estudo tem por objetivo discutir as defesas e contestações à ginástica e aos esportes apresentados em artigos publicados nos periódicos: Educação Physica e Revista de Educação Física do Exército. Adotou-se como recorte temporal a década de 1930, momento crucial tanto no que se refere à construção de representações identitárias sobre o país quanto no que tange à estruturação da educação física e do esporte nacional.


Leia Mais

A percepção dos alunos sobre a educação física no ensino médio

Fábio Brandolin, Mariane Campelo Koslinski, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Rev. Educ. Fís/UEM

Resumo: A pesquisa busca levantar a percepção dos alunos sobre as aulas de educação física no ensino médio. A questão central é: a experiência curricular da educação física é percebida como positiva pelos alunos? Para tal investigação realizamos um levantamento tendo como amostra 1.084 alunos, de uma população de 8.157 alunos do ensino médio da rede estadual do município de Petrópolis. A literatura sobre o tema mostra que a educação física é vista como uma experiência positiva para a maior parte dos alunos. Nossa pesquisa confirma esta percepção, contudo, o que apresentamos como avanço perante outras pesquisas é a criação do ISEF (Indicador de Satisfação em Educação Física). Verificamos que o sexo, habilidade nos esportes, praticar algum esporte ou atividade física fora da escola, participação na escolha do conteúdo e ausência de desorganização na sala de aula exercem forte influência na probabilidade de satisfação com as aulas de educação física.


Leia Mais

EDUCAÇÃO INTEGRAL E EDUCAÇÃO DO CORPO NA OBRA DE ANÍSIO TEIXEIRA

Mariana da Costa Portugal, Antonio Jorge Gonçalves Soares, Marcia Morel, Ana Maria Villela Cavaliere

Fonte: Currículo sem Fronteiras

Resumo: O trabalho teve por objetivo identificar as relações entre as concepções de educação integral e de educação do corpo expressas no pensamento de Anísio Teixeira. Para tanto, foram apreciados os livros que compõem a "Coleção Anísio Teixeira", que traz uma reedição da obra completa desse autor. Concluímos que, de acordo com a perspectiva de Anísio Teixeira para a escola brasileira, a educação do corpo integrava a concepção de educação a ser desenvolvida nas escolas públicas brasileiras.


Leia Mais

O espetáculo esportivo na construção das representações sobre a identidade brasileira: uma análise da abertura dos Jogos Pan-americanos de 2007 - o ‘‘Pan do Brasil’’

Bruno Otávio de Lacerda Abrahão, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Rev Bras Ciênc Esporte

Resumo: Este artigo objetivou analisar as representações sobre a identidade brasileira que emergiram a partir da festa de abertura dos XV Jogos Pan-Americanos. Para tanto, tomou-se como fonte à transmissão da cerimônia de abertura, o documentário ‘‘Jogos Pan-Americanos Rio 2007 --- Cerimônia de Abertura’’ matérias jornalísticas que circularam em 14 de Julho de 2007. A simbolização do Brasil neste evento, traduzida em elementos da sua diversidade natural e cultural, representam a auto-imagem da harmonia multirracial e do ethos festivo do ‘‘ser brasileiro’’ revelando a essência democrática do caráter de um povo que soubera aplainar os antagonismos e hierarquias sociais. Essa seria a contribuição que nação brasileira teria a oferecer ao mundo.


Leia Mais

Cultura e Educação Física: uma análise etnográfica de duas propostas pedagógicas

Diego Luz Moura, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Movimento

Resumo: O objetivo deste artigo é compreender os dilemas, possibilidades e limites enfrentados pela educação física em duas instituições escolares com propostas consideradas distintas. Utilizamos o método etnográfico e permanecemos nas duas escolas entre agosto e dezembro de 2007. Os resultados apontam que embora o debate acadêmico as identifique como distintas, os currículos em ação aproximam as duas realidades. Concluímos que as duas propostas pedagógicas são bem-sucedidas na medida em que representam construções práticas do conhecimento acumulado na área e respostas aos principais dilemas da intervenção da educação física na escola.


Leia Mais

PERCEPÇÃO SOBRE O LEGADO DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS NO BRASIL: O CASO DA COPA DO MUNDO FIFA 2014 E OS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016

Carlos Henrique de Vasconcellos Ribeiro, Antonio Jorge Gonçalves Soares, Lamartine Pereira Dacosta

Fonte: Rev. Bras. Ciênc. Esporte

Resumo: O Brasil irá sediar dois dos mais importantes eventos esportivos mundiais, a Copa do Mundo FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos RIO 2016. O objetivo desta pesquisa é verificar a percepção dos profissionais de educação física da cidade do Rio de Janeiro sobre o legado que estes megaeventos podem trazer para suas vidas tanto em termos de desenvolvimento profissional quanto em questões relacionadas ao seu cotidiano. Em nossa discussão de resultados levantamos tópicos sobre os impactos e expectativas sobre os megaeventos no mercado de trabalho para estes professores, valorização profissional, prática e aumento do interesse esportivo, legado social e suas sugestões para o sucesso destes eventos.


Leia Mais

ESPORTE DE RISCO E RISCO NO ESPORTE: UMA ANÁLISE DO RISCO PERCEBIDO NO VOO LIVRE

Diego Luz Moura, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Rev. Educ. Fís/UEM

Resumo: O objetivo deste artigo é analisar o risco percebido, na prática do voo livre, por diferentes atores sociais envolvidos direta e indiretamente nesta atividade. A metodologia teve como instrumentos: a entrevista e o questionário. Investigamos cinco diferentes grupos: observadores, passageiros de primeiro voo, instrutores, atletas e ex-atletas. O entendimento do risco envolve fatores de difícil mensuração. Está intrinsecamente associado a elementos sociais e sua percepção. A produção aponta que quanto maior a familiaridade com a prática menor a percepção de risco. Verificamos que, em contraponto à produção da área, o risco percebido não diminuiu de acordo com a familiaridade no esporte. Isto pode ser explicado, em parte, pela competição que potencializa riscos e constrói uma reflexividade sobre a permanência na atividade.


Leia Mais

Por uma teoria da Educação Física brasileira na imprensa periódica de ensino, técnica e científica

Amarílio Ferreira Neto, Omar Schneider, Wagner dos Santos, André da Silva Mello, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Movimento

Resumo: Objetiva identificar as práticas científicas sobre teoria da Educação Física brasileira na imprensa periódica de ensino, técnica e científica entre 1932 e 2005. As fontes foram: Revista de Educação Física (1932-2005), Educação Physica (1932-1945), RBCE (1979-2005) e Motrivivência (1988-2004). A síntese desse debate impacta a imprensa periódica desde fins da década de 1940. Pode ser percebida em uma teoria da ação que se apropria de conhecimentos das ciências biológicas, humanas e sociais como recurso tático para confirmar a estratégia de implantação e consolidação do componente curricular Educação Física nas escolas e nas universidades do País.


Leia Mais

FUTEBOL E DIVERSIDADE CULTURAL: UMA ANÁLISE SOBRE A IDEALIZAÇÃO DOS JOGOS “PRETO X BRANCO” EM SÃO JOÃO CLÍMACO/ SP

Bruno Otávio de Lacerda Abrahão, Antonio Jorge Gonçalves Soares

Fonte: Espaço Plural

Resumo: O objetivo deste artigo é analisar os sentidos da idealização dos jogos “Preto X Branco”. Para tanto, tomou-se como fonte a memória sobre este evento acumulada em diversos tipos de mídias, entrevistas semiestruturadas realizadas com organizadores dos jogos e a observação participante na edição de 2009. Pode-se concluir que idealização deste evento remonta ao início da década 70 do Século 20 motivada pela necessidade elencar um marcador social para diferenciar os times e promover um jogo de confraternização ao final do ano civil. A adoção do critério racial para diferenciação dos times e a composição do jogo “Preto X Branco” ajuda a reforçar os valores antirracistas, caros à constituição, à vivência e ao ethos do povo brasileiro.


Leia Mais

Perfil educacional de atletas em formação no futebol no Estado do Rio de Janeiro

Leonardo Bernardes Silva de MELO, Antonio Jorge Gonçalves SOARES, Hugo Paula Almeida da ROCHA

Fonte: Rev Bras Educ Fís Esporte

Resumo: O estudo teve como objetivo descrever o perfi l escolar de atletas que atuam no Estado do Rio de Janeiro e que se encontram no período da escolarização básica. O estudo teve uma abordagem quantitativa e qualitativa. Foram realizadas entrevistas estruturadas com amostra não probabilística composta por 417 jogadores das categorias de base, inscritos no ano de 2009 na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e 30 entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontaram que os atletas permanecem na escola, todavia a troca de turno escolar e o baixo capital cultural podem afetar negativamente a sua trajetória escolar. A profi ssionalização no futebol torna-se um projeto familiar e talvez incida sobre o foco que o atleta tenha sobre o processo de escolarização. Os dados sugerem que quanto maior os investimentos do atleta na carreira, maior será a probabilidade de secundarizar os investimentos escolares.


Leia Mais